sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

VERGONHA GERAL E IRRESTRITA


MOMENTO ANTAGONISTA COM CLAUDIO DANTAS

Tamanho do escândalo na Alerj pode ser assombroso

     Ricardo Boechat repercutiu o caso das movimentações suspeitas na conta do assessor do deputado Flávio Bolsonaro (PSL). O jornalista disse ainda que esta prática não está restrita ao filho de Jair Bolsonaro (PSL). 
     Segundo dados oficiais, houve movimentações suspeitas de 75 servidores da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). Tamanho do escândalo na Alerj pode ser assombroso



quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Que dignidade é essa?


Depois do acordo mais descarado da História da República entre o STF, a Câmara, o Senado e o presidente Temer para aumentar subsídios dos ministros "supremos", numa barganha que bandidos teriam pudor em fazer, o presidente do time, Toffoli, disse que "dignidade" da Justiça estava em jogo pela situação de carência de seus vencimentos mensais de R$ 33 mil. Nunca ninguém jamais verá cinismo igual. Se gostar deste vídeo, dê um like, inscreva-se no meu canal, clique no sininho para ser avisado quando produzir e editar os próximos e me acompanhe diariamente no Blog do Nêumanne no Portal do Estadão e em meu site Nêumanne Estação (www.neumanne.com). de segunda a sexta no Estadão Notícias no Portal do Estadão, às 6h, e no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado FM 107,3 (eldorado@estadao.com.net), às 7h30m, e esporadicamente no Estadão às 5 aqui mesmo no Youtube. Direto ao Assunto. Inté e Deus é mais.

terça-feira, 27 de novembro de 2018

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

DESAFIOS DE BOLSONARO, IDEOLOGIA, RIO MAFIOSO E QUEEN





02:26 - Ideologia pra quê?

07:57 - Quem é Olavo de Carvalho?

16:24 - O que é que a educação precisa?

30:58 - DEM: morreu, mas passa bem

38:18 - Amigos, amigos, negócios à parte?

48:49 - Tribunal do tráfico

01:11:13 - Hinos do Queen

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

A bomba para Bolsonaro. William Waack comenta


Aumento para ministros do Supremo nem é o pior problema. Novos governadores já passam o pires em Brasília, enquanto vários setores da economia pedem algum tipo de ajuda. 
Reforma previdenciária nos estados terá de ser ainda mais dura do que da União. País fatiado em interesses corporativistas vai exigir grande capacidade de articulação política.

terça-feira, 6 de novembro de 2018

A ataques Folha responde com altivez e tranquilidade, diz secretário de Redação



Aos ataques do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), que tem dito que a mídia é sua adversária e que a Folha é a maior indústria de fake news do Brasil, o jornal responde com "altivez, tranquilidade e transparência", diz o secretário de Redação Roberto Dias.
Durante conversa no estúdio da TV Folha  nesta segunda-feira (29) com a repórter de Poder Thais Bilenky , o secretário disse que uma sociedade democrática exige mecanismos de controle para que essa democracia funcione bem.

Discurso de Bolsonaro com papo anticomunista tacanho foi infeliz , diz Reinaldo Azevedo




Para o colunista da Folha Reinaldo Azevedo, o primeiro discurso de Jair Bolsonaro (PSL) transmitido pela internet na noite de domingo (28), pouco após o resultado da eleição, foi "absolutamente infeliz". 

"O primeiro discurso, com uma estética Al Qaeda, de bunker, foi absolutamente infeliz. Hostilizou a imprensa e veio com aquele papo anticomunista tacanho, falando do risco de socialismo, esquerdismo", disse o colunista.

quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Os nomes do governo Bolsonaro - Jornal Nacional edição de 31/10/2018 Quarta Feira


O principal telejornal brasileiro, "Jornal Nacional", traz as principais notícias do Brasil e do mundo. Exibido no horário noturno, de segunda-feira a sábado, estão em sua pauta atualidades, matérias de denúncia e investigação, séries especiais, os fatos mais importantes do dia e os acontecimentos que terão repercussão no dia seguinte. Após chegar à final do Emmy Internacional sete vezes em nove anos, em 2011 o "Jornal Nacional" ganha o primeiro prêmio na categoria "notícia" pela cobertura da expulsão dos traficantes e a ocupação policial do Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, em novembro de 2010.

quinta-feira, 4 de outubro de 2018

Arquivo do blog

Pesquisar este blog

Seguidores